terça-feira, 15 de janeiro de 2013

8

Antes de sermos Tentantes, somos Esposas...


Oie minhas lindinhas!
Como estão vocês amores?Eu estou bem, ainda de molho, mas o joelho está bem melhor...
Hoje vim aqui trazer um artigo que achei muito interessante e acho que serve pra todas nós guerreiras, que lutamos contra a monstra da infertilidade!
Sabe meninas, no meio de tanta luta e tanta dor sinto que as vezes fico tão focada, tão obstinada com o sonho de ser Mãe, que acabo descuidando um pouco do meu casamento...
E hoje depois de ler esse artigo, eu pensei..."Antes de ser tentante...eu sou esposa, sou mulher que amo e sou amada!"
Acho que está mais do que na hora de cuidar, curtir cada minuto, namorar muito e amar, amar o que eu já tenho em meus braços!
Para que juntos, como um casal, um casal que se ama muito, realizar o sonho de sermos Pais!
   
Então meninas aqui em baixo vai o artigo que encontrei no site www.crisflores.net/vidaadois

Ansiedade para engravidar pode prejudicar o relacionamento

Problemas de infertilidade podem abalar a vida sexual do casal
 
A chegada do bebê muda completamente a vida do casal. Se estavam acostumados a sair sempre, não poderão mais fazer com a mesma frequência. Os horários da família, especialmente os da mãe passam a ser em função do recém-nascido. Até os momentos de privacidade do marido e da mulher passam a ser em função da nova rotina. E a consequência pode ser problemas no relacionamento.
Mas você sabia que as dificuldades podem surgir antes mesmo do bebê nascer? Casais que lidam com a infertilidade, muitas vezes apresentam problemas sexuais, causado pelo sexo com “hora marcada” para aproveitar o período fértil da mulher, por exemplo.
Não são raros os casos de homens que não conseguem ter ereção porque se sentem pressionados nestas circunstâncias. A mulher também pode ficar mais tensa quando não consegue engravidar e passa a sentir dor durante as relações.
De acordo com Edson Borges, especialista em Medicina Reprodutiva e diretor do Fertility – Centro de Fertilização Assistida, em São Paulo, a vida sexual do casal é um dos pontos abordados logo nas primeiras consultas, permitindo aos indivíduos se expressarem livremente.
“A infertilidade pode repercutir em vários aspectos da vida do casal e a sexualidade é um deles. Portanto, buscamos compreender a dinâmica de cada casal: número de relações sexuais por semana, presença de dor ou de algum outro problema durante a relação, se consideram a vida sexual e conjugal satisfatória e prazerosa, entre outros pontos importantes”.
O doutor Borges diz que durante todo o tratamento de fertilização assistida o casal deve ser acompanhado inclusive por psicólogos e reavaliado com relação às mudanças no aspecto emocional.
“Durante as várias etapas do tratamento, as emoções podem variar bastante. Cerca de 60% dos casais inférteis apresentam alteração na frequência e no desejo sexual. Há aqueles que acabam se unindo ainda mais diante do objetivo de formar uma família e aqueles sucumbem ao estresse e à pressão pessoal, social e familiar, terminando em divórcio. De nossa parte, oferecemos todo o suporte necessário para que o casal atravesse essa fase delicada da melhor maneira possível”, diz o médico.
Partindo do pressuposto de que quase todo casal em tratamento de fertilização assistida pode atravessar maus momentos antes de conseguir formar a tão desejada família, é fundamental escolher uma clínica de medicina reprodutiva que ofereça um bom suporte psicológico e emocional.  Eventuais atritos sexuais não devem comprometer a sintonia do casal e a alegria de realizar o sonho de ter um bebê.
Uma dica para os casais que recorrem às técnicas de fertilização é cuidar mais da sexualidade, namorar nos períodos não-férteis e fortalecer os laços de intimidade e cumplicidade com o companheiro para não abalar a relação.
  
Bom espero que tenham gostado!
Grande beijo no Coração de Vocês! 

8 comentários:

  1. Oie... lindinhas.... eu não sei o que houve com meu blog.... pq deu um pane geral nele,acho que foi devido eu tentar mudar de endereço do blog... e pra minha sorte eu fiz um Downloads antes das postagens e salvei todas minhas postagens...ufa!!
    E daee eu fiz um blog novissimo e graças a Deus coloquei as postagens antigas com os comentarios de todas vcs... mas no final das postagens meu marido fechou sem querer o meu blog e perdi os ultimos comentarios de vcs... por favor amigas... divulguem meu bloguinho... não quero perder vcs... por favor!! snif!! me ajudem e me seguem por favor... vcs são muito especiais pra mim... amo vcs... é aqui que conto tudo,é aqui que choro,e dou risadas com vcs... por isso resolvi colocar o nome do meu blog de (Diario da Rô),pensei repensei no nome,achei bem propicio pra expor minha vida com todos vcs... conto com vcs heim... perdoe me o constrangimento!!..bjs no coração!!
    vou seguir vcs com muito carinho!!..
    valeu o carinho!!

    Link do meu novo bloguinho http://rodelova.blogspot.com.br/

    bjs fik com DEus.

    ResponderExcluir
  2. Oi Flor...qt tempo hein...ja estava com saudades sua...realmente a ansiedade atrapalha e qd a cobrança de alguma das partes por não engravidar excede aos limites pode mesmo prejudicar o casamento. Somos mulheres, esposa e amadas e devemos primeiro amar o que temos ao nosso lado, ou melhor, em nossos braços, como vc bem colocou..as demais coisas sera acrescentada a seu tempo.
    bjs com asas

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto,ñão conhecia o seu blog!! Muito legal!!
    O meu é privatizado, mas se quiser visitar é só enviar o seu end para mimasodre@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Fiquei feliz que seu joelho está melhor!!!! Estou acompanhando seu blog a alguns dias!!!!! Adorei o texto....

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. com certeza prejudica e muito já falei no meu cantinho sobre isso
    nada de força a barra temos que curtir nosso casamento
    pois é desse amor que vai surgir os frutos não é mesmo
    linda tarde amiga bjs

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Não tem como fugir disso! kkkk mas a mulher não precisa dizer ao marido que está naqueles dias, que vai transar pra engravidar né? é só "fingir", agir naturalmente! rsrss

    ResponderExcluir

AmoOooo Seus comentarios!